segunda-feira, 18 de maio de 2015

# BOM DIA # SOBRE MIM

{NOSTALGIA}: Amizades Passadas




“In”felizmente, digo “in” pois para alguns deve ser bom, a vida nos cobra crescer, amadurecer e encarar a vida de cabeça em pé, sem um descanso para baixar e pensar no que se fez e no que foi dito.
Hoje ao acordar, peguei o celular e como de costume verifiquei as redes sócias, não que eu seja uma pessoa tão importante a ponto de precisar verificar e-mails e mensagens, mas por algum motivo chamado vício, faço isso todos os dias. Ao rolar a pagina inicial, vejo tantas historias, tantas mentiras, tantas vidas ... algumas das quais eu participei, outras das quais eu gostaria de participar e a mais triste, as quais eu não gostaria de ser saído.

2 ANOS ATRÁS

AMIZADE VERDADEIRA, mais de 10 anos juntas, tantos segredos, confissões, medos, companheirismo. 3 amigas que crescem juntas e ao passar do tempo ainda continuam amigas, ao se reencontrarem, ainda possuem a mesma inocência de que a amizade é eterna, o mesmo companheirismo, o carinho uma com a outra, ainda dividem sonhos próximos, se incluem uma na vida da outra e as risadas de um passado um tanto quanto vergonhoso, continuam.
Afinal, quem nunca passou por situações vergonhosas com os amigos e depois de um tempo riram juntos lembrando?
Eu acredito que esse momento é o mais sincero e gostoso da vida, reencontrar amizades antigas e relembrar historias engraçadas.
HOJE,
O tempo passou, as histórias ficaram para trás, a amizade verdadeira se mostrou falsa por um decorrer de tempo e eu fiquei aqui, rolando a pagina inicial, vendo a vida delas indo para frente, formando famílias, alcançando seu sonhos.. não que eu esteja numa ruim, bem pelo contrário, estou muito melhor do que imaginava estar a 2 anos atrás, mas me pergunto:

Porque mudaram tanto?
Porque as atitudes tão cruéis feitas até esse laço se romper?

Queria tanto segurar o filho nos braços e ensinar a falar “dinda”, queria tanto ter o prazer em lhe ajudar a decorar a primeira casa – que se você ainda não mudou de ideia, seria verde com branco - , queria tanto ter aquela amizade verdadeira de volta. Mas saudade não é o suficiente para fazer esquecer o que me fizeram e talvez eu realmente fosse boa demais a ponto de enxergar apenas o lado bom das pessoas e não acreditar que essas mesmas pessoas podem destruir em um minuto tudo que a vida manteve de tão bom durante anos...

A saudade aperta o peito, mas e elas, será que sentem o mesmo?
Perguntas sem respostas!
E essas respostas nunca virão!


Pois hoje, a vida Felizmente me fez crescer, amadurecer e me mostrou que é preciso seguir em frente de cabeça erguida, e não ser tão boba, pois até as amizades “boas” passam, e como já diz o nome,
SÃO PASSADAS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário